Sexta, 28 Novembro 2014
Consultor do Sebrae elabora esquema simples de formação de preço de venda 


Mariana Machado

Um momento fundamental para quem tem uma micro ou pequena empresa é aquele em que se estabelece o preço de venda de um produto. Porém, determinar quais são os fatores que entram nesta composição não é uma tarefa tão simples. Equívocos na hora da precificação podem levar um varejista até mesmo a falência.

Para resolver esta equação e facilitar a vida dos donos de papelarias e revendas, o consultor financeiro do SebraeSP, Ricardo Curado, apontou as regras básicas que devem ser seguidas. Lembrando que, apesar de ser uma prática comum, dobrar o valor de compra do produto para determinar o valor da sua venda, não é a maneira correta de calcular. O varejista precisa sempre levar em conta os custos e despesas reais da sua empresa.

Veja o esquema elaborado pelo consultor:

O objetivo das empresas é obter Lucro Líquido, decorrente de suas atividades operacionais. O Lucro Líquido é calculado da seguinte forma:

Vendas: R$ 20.000,00 – 100%
- Custo das Mercadorias Vendidas: R$ 10.000,00 – 50%
- Despesas Variáveis: R$ 2.000,00 – 10%
- Despesas Fixas: R$ 6.000,00 – 30%
= Lucro Líquido: R$ 2.000,00 – 10%

O objetivo do Lucro Líquido é remunerar o Investimento (Capital) feito pelo Empresário na Empresa e aumentar o valor do Patrimônio Líquido, que representa a “riqueza” dos Sócios na Empresa.

O Preço de Venda ideal deveria contemplar o Custo da Mercadoria Vendida, as Despesas Variáveis, as Despesas Fixas e o Lucro Líquido desejado. Entretanto, seu Preço de Venda deverá sempre ser comparado com o Preço de Venda praticado pela Concorrência.

Vamos explicar mais detalhadamente a Estrutura de Custos e Despesas de uma Empresa:
Custo da Mercadoria Vendida - representa o valor de aquisição da mercadoria junto ao Fornecedor.

Despesas Variáveis - representam as despesas que incidem diretamente sobre o valor das vendas. Por exemplo: Imposto sobre as Vendas, Comissões sobre as Vendas, etc.Normalmente essas despesas são um % aplicado sobre o valor das vendas.

Despesas Fixas - representam as despesas administrativas para o funcionamento da empresa, independentemente do volume das vendas, tais como: aluguel, agua, luz, telefone, salários, encargos, pro-labore, manutenção, contador, viagens, depreciação, despesas financeiras, etc.O importante é saber a participação ( %) das Despesas Fixas em relação as Vendas.
Por exemplo: Despesas Fixas: R$ 6.000,00 / Vendas: R$ 20.000,00 = 30%.

Então como calcular o Preço de Venda?
O cálculo do Preço de Venda é feito da seguinte forma:
Preço de Venda = Custo das Mercadorias Vendidas / Mark-up divisor
O Mark-up divisor é calculado da seguinte forma:
Mark-up = 100% - % das Despesas Variáveis - % das Despesas Fixas - % Lucro Líquido

Exemplo:
Custo da Mercadoria Vendida: R$ 10,00
Despesas Variáveis: 10%
Despesas Fixas: 30%
Lucro Líquido: 10%

Portanto,
Mark-up = 100% - 10% - 30% - 10% = 50%
Preço de Venda = R$ 10,00 / 50% = R$ 20,00

Também podemos calcular o Preço de Venda utilizando o Mark-up multiplicador.
O Mark-up multiplicador é calculado da seguinte forma:100% / Mark-up divisor
Portanto, o Mark-up multiplicador = 100% / 50% = 2,000
Preço de Venda = R$ 10,00 x 2,000 = R$ 20,00

Ficou com alguma dúvida sobre o tema? Envie e-mail para O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Na próxima semana, exibiremos um vídeo sobre precificação e Substituição Tributária. Não perca!

Publicidade

Publicidade

Move1
Jandaia parceiro
Agis parceiro
hp parceiro
Parceiro Sixpel
Parceiro Lexmark
Parceiro Epson
Espacial
Copy Supply
suzano parceiro
«
»