Quarta, 16 Abril 2014
Com a ferramenta, pequenos varejistas poderão aumentar seu faturamento aceitando cartões de crédito em qualquer lugar, usando seu aparelho móvel


Redação Lyderis

O PagSeguro, empresa do UOL de soluções para pagamentos online, acaba de lançar no mercado uma ferramenta que promete facilitar muito a vida dos pequenos varejistas. Trata-se de um dispositivo que permite pagamento com cartão de crédito por meio de celulares e tablets. As transações são realizadas através de um leitor de cartões acoplado à saída para fone de ouvido dos aparelhos. O dispositivo funciona em aparelhos com sistema Android ou iOS.

Vendedores que trabalham em lojas ou nas ruas, prestadores de serviços e profissionais autônomos poderão aumentar seu faturamento aceitando cartões de crédito em qualquer lugar, usando seu aparelho móvel. O consumidor, por sua vez, pode pagar com o cartão de crédito em um ambiente seguro e, ainda, parcelar em até 12 vezes por serviços que normalmente são pagos com dinheiro ou cheque.

“O PagSeguro, que já atingiu na web a marca de 23 milhões de compradores e mais de 300 mil lojistas, dá agora um grande passo em solução móvel. É uma novidade que vai levar ao pequeno varejo a oportunidade de aceitar cartão de crédito sem complicação e sem custo de mensalidade nem taxa de adesão, inclusive com opção de parcelamento”, diz Ricardo Dortas, diretor do PagSeguro.

Como funciona

O vendedor se cadastra no site da PagSeguro para adquirir o leitor (caso ainda não seja cadastrado), baixa gratuitamente o aplicativo PagSeguro na loja da Apple ou do Google Play – cuja tecnologia está disponível para aparelhos com sistema Android ou iOS. Para efetuar a venda, basta acoplar o leitor de cartões no celular ou tablet, digitar o valor da compra, passar o cartão do cliente e a transação é realizada.

Mesmo em compras parceladas, o lojista tem a grande vantagem de receber o valor total da venda em uma única parcela.


Publicidade

Opinião

Redução de contrabando traz bons ares para o mercado de informática

A atuação da indústria nacional e a maior oferta de serviços como implantação e suporte contribuíram para a menor participação do mercado negro no setor

publicidade

Receba nossa Newsletter

Publicidade

Parceiros

adispa
brasil_escolar_parceiro
fncp
gerando
simpa